21 de jul de 2010

MODA ECOLOGICAMENTE CORRETA

O mundo mudou o modo de pensar e fazer moda. Agora, além de focar em tendências, cores e formatos, muitas marcas também estão investindo em matérias primas que não prejudiquem o meio ambiente. Garrafas pet (Politereftalato de Etileno), lonas de caminhão, ou mesmo de banners, são alguns dos materiais utilizados para fazer roupas e acessórios. Tudo por uma moda ecologicamente correta.

Aqui no Recife, a marca Lixiki, lançou a linha LixoQLuxo, que são bolsas (foto) feitas com o reaproveitamento de lonas de campanhas publicitárias. As bolsas são unissex e tem design contemporâneo. A marca também investe em sacolas para compras, nécessaires, lixeiras para carro, porta-vinho, entre outros produtos utilizados no dia-a-dia. Outra marca que investe na produção de bolsa ecologicamente correta é a Maria Buzina, da artista plástica Gabi Gonçalves, que entrou na onda da moda sustentável com sua linha feita a partir de lonas de caminhão usadas.

Tecidos de garrafas Pet - O processo de fabricação que transforma as garrafas PET em tecido não gera resíduos, pois aproveita as cores naturais do plástico. Segundo a ABIPET (Associação Brasileira da Indústria do PET), com 20 embalagens de refrigerante de dois litros consegue-se um quilo de tecido. E mais: com cada PET de dois litros dá pra fazer uma camiseta e quatro dão para uma calça comprida (!). Assim, a combinação das fibras da garrafa com o algodão (orgânico) resultam numa linha de peças super em sintonia com a causa ambiental.

A Osklen, marca pioneira de moda eco no país, é um exemplo de que sustentabilidade e tendências andam juntas. A grife do estilista Oskar Metsavaht é uma que há tempos passou a usar tecidos de garrafas recicladas em sua linha de roupas e acessórios. Hoje inúmeras marcas também são ecofriendly, como a Hering, Brookfield, Mizuno e D´umo. Ótimo para nós e para o nosso planeta!

* Texto de Ju Lopes no Nécessaire

Nenhum comentário: